Em Assembleia Geral realizada nessa quinta-feira (23/05), os servidores do IFRN representados pelo SINASEFE Seção Natal decidiram reprovar a proposta do governo para a reestruturação das carreiras TAE e EBTT e continuar a greve. Dos 560 votantes, 445 votos foram contrários à aceitação da proposta, 85 favoráveis e 30 abstenções. Veja o resultado final da votação:

A Assembleia aconteceu de forma híbrida, no Auditório 01 do IFRN Campus Natal-Zona Leste e através do Teams. Mais uma vez os servidores do IFRN se reuniram para discutir a conjuntura e avaliar as novas propostas apresentadas pelo governo no último dia 15 para os docentes e no dia 21 para os TAEs.

Para os TAEs, o governo manteve o reajuste de 0% em 2024, 9% para 2025 e para 2026 o percentual subiu de 3,5% para 5%. Para os docentes, foi apresentado o reajuste nominal de 0% em 2024, 9% para 2025, 3,5% em 2026, e reajustes nos steps.

Para os servidores presentes na Assembleia, as propostas apresentadas pelo governo na 5° Mesa de Negociação não atendem às demandas da categoria e mantêm a desvalorização dos trabalhadores da educação. Além do mais, não houve avanços suficientes na recomposição orçamentária das Universidades e Institutos Federais e muito menos na revogação das medidas contrárias aos serviços públicos e à educação.

Na Assembleia, também foram escolhidos os delegados para a 191ª Plena do SINASEFE, que acontece no próximo domingo (26/05). Serão representantes do SINASEFE Natal na plenária a servidora Emanuelly Bezerra, pela base, e Diógenes Araújo, pela diretoria do sindicato.

Como encaminhamentos da Assembleia, foram definidos:

– Reavaliar as atividades essenciais no IFRN;
– Redigir nota de repúdio contra o Proifes;
– Fazer atos em eventos com a participação do governo federal;
– Construir os meios para garantir caravana ampliada para Brasília-DF;
– Fazer a apresentação das propostas em valores reais;
– Ocupar a Reitoria;
– Não negociar sem Lula na Mesa;
– Ampliar as realizações dos atos de rua, semelhante ao da Zona Norte;
– Ampliar campanha publicitária sobre a greve;
– Fazer evento com parlamentares para discutir o apoio à greve.

Todas as propostas foram enviadas ao Comando de Greve Unificado para operacionalização.

Reveja a plenária na íntegra no nosso Canal no Youtube: 

 

Confira o informe do Comando de Greve Unificado ao final da Assembleia:

 

É greve, porque é grave!

Só existe um caminho para a classe trabalhadora e esse caminho é a luta!

#SINASEFEnaLuta