Servidores do IFRN fazem paralisação de dois dias para debater conjunturas da categoria

Os servidores do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) estiveram reunidos nos dias 1º e 02 de outubro para discutir as conjunturas políticas da categoria, como também para analisar e elaborar uma contraproposta à Portaria nº 1.435/2015-Reitoria/IFRN, de 17 de setembro de 2015, que regulamenta a flexibilização de jornada de trabalho dos servidores. Os encontros foram realizados pelo Sinasefe Seção Sindical Natal.

Na quinta-feira (1º) o encontro de seu através de uma Assembleia Geral Extraordinária. As discussões foram realizadas com os representantes de diversas bases e giraram em torno dos desdobramentos da 137ª Plenária do SINASEFE, realizada nos dias 26 e 27 de setembro, em Brasília-DF, e da Portaria nº 1.435/2015, que foi rejeitada pela categoria em Assembleia Geral realizada no último dia 25 de setembro.

Já na sexta-feira (02), foi realizada uma reunião ampliada onde foram feitas deliberações acerca do atual momento político-econômico vivido pelo país e foi apresentada a minuta da Portaria nº 1.435/2015 com as adequações feitas no primeiro dia de paralisação. Durante o encontro, foram realizadas novas votações sobre adições e exclusões de propostas que surgiram no decorrer do debate.

Ainda na tarde desta sexta-feira, a minuta da Portaria, com as respectivas justificativas de mudanças, foi protocolada na Reitoria para a apreciação do reitor do IFRN, para que a posição do Instituto seja apresentada para a categoria em Assembleia Geral, que está marcada para o próximo dia 09 de outubro.

Os dois dias de paralisações contaram com uma expressiva participação da classe. De acordo com os servidores presentes, nos dois dias de paralisação foram realizados debates que possibilitaram melhorias significativas na Portaria, o que traz ganhos imensuráveis para a categoria.

Para a coordenadora geral do Sinasefe Natal, Socorro Silva, só o fato da Reitoria ter publicado a portaria da flexibilização de jornada de trabalho dos servidores já é motivo de comemoração. “A portaria já é um ganho inegável, e essa vitória é da categoria, mas precisamos estar mobilizados e articulados para garantir o sucesso nos nossos pleitos”, concluiu Socorro, reforçando a importância da mobilização da categoria.

Banner_paralisação_01

2017-08-02T03:28:10+00:00outubro 3rd, 2015|Noticias|Comentários desativados em Servidores do IFRN fazem paralisação de dois dias para debater conjunturas da categoria