Segundo dia de GT discute Reforma Previdenciária e os impactos do projeto para a mulher trabalhadora

Representantes da Diretoria do SINASEFE Seção Natal participaram do Grupo de Trabalho do SINASEFE Nacional realizado na última sexta-feira (17/02) em Brasília-DF. O Fórum discutiu a Proposta de Emenda Constitucional 287 que pretende reformar da Previdência Social e suas implicações para a mulher trabalhadora. O encontro contou com a participação dos mediadores David Lobão (professor do IFPB e membro da Executiva da CSP-Conlutas) e de Misa Boito (militante política e socióloga).

O professor David Lobão explicou que o governo está fazendo malabarismos numéricos para sustentar um déficit na previdência que não existe. Segundo o professor, é preciso ampliar os debates nas bases numa contraofensiva contra a propaganda divulgada pelo Governo Federal. “Nossa previdência é superavitária, mesmo em crise, o país teve um superávit na Previdência Social de R$ 11 bilhões em 2016”, comentou Lobão.

Para a ativista Misa Boito, as principais atingidas pela Reforma são as mulheres. “O mercado de trabalho ainda é permeado de desigualdades para as mulheres, temos dificuldades para nos inserimos no mercado e quando estamos nele, recebemos uma remuneração menor, que a do homem, desempenhando as mesmas funções”. Misa lembrou, ainda, que as mulheres seguem, em sua grande maioria, uma jornada dupla trabalhando em média 55h por semana, 06 horas a mais que os homens.

Após o fim das exposições, aconteceu um debate e as propostas construídas foram encaminhadas para apreciação da 148ª PLENA, realizada nos dias 18 e 19 de fevereiro.

2017-02-23T21:12:36+00:00fevereiro 23rd, 2017|2017, Agenda de Lutas, Banner Rotativo, GTs, Noticias|Comentários desativados em Segundo dia de GT discute Reforma Previdenciária e os impactos do projeto para a mulher trabalhadora